Atraia mais clientes com Pilates e Funcional

Atraia mais clientes com Pilates e Funcional

Em tempos de crise, é preciso inovar, buscar formas de manter o seu negócio vivo e em destaque em relação a concorrência. Muitos têm apostado em unir o Pilates a outras atividades do momento, como artes marciais, danças e Treinamento Funcional. Febre no mundo inteiro há algum tempo, este último tem virado tendência nos estúdios do Brasil.

Enquanto o Pilates fortalece os músculos, trata e evita lesões, o Funcional desenvolve um excelente trabalho cardiorrespiratório. A consequência é um treino muito mais desafiador, com resultados ainda mais completos.

A união das atividades pode atrair públicos diversificados para o seu estúdio, como aqueles que precisam emagrecer ou que estão em busca de algo mais intenso. Vale a pena investir!

Como já sabemos, o método criado por Joseph Pilates proporciona ao praticante itens importantes, como consciência corporal, alinhamento postural, tonificação dos músculos, melhora da respiração, da coordenação motora e aumento da flexibilidade. Já o Treinamento Funcional auxilia na perda de peso, aumenta a força, o volume dos músculos e a resistência, promovendo um importante trabalho cardiorrespiratório.

Unindo as duas técnicas, você tem um efeito mais global no organismo, proporcionando ainda mais saúde e qualidade de vida aos seus clientes.

PUBLICIDADE

Gilberto Alcides tinha muito peso para perder e estava sedentário há alguns anos. Portanto, ele precisava começar devagar, ir preparando o corpo. Assim, começou com o Pilates e apenas alguns movimentos de Funcional. Foi aumentando a intensidade aos poucos. Seis meses após iniciar as atividades, Gilberto relata grandes avanços. “Sinto melhoras bem significativas, principalmente na postura e na respiração. Além disso, já consigo executar diversos exercícios de Treinamento Funcional que antes jamais imaginaria que seria possível”, conta ele, que já eliminou cerca de 20 quilos.

A Fisioterapeuta Andreia Fornaro, especialista em Fisioterapia Esportiva e Terapias Manuais, explica que é preciso periodizar e respeitar cada indivíduo dentro dos princípios de treinamento desportivo. “Os movimentos que compõem o Pilates e o Treinamento Funcional, quando realizados dentro de uma biomecânica correta, poderão trazer os benefícios necessários ao praticante, seja ele um atleta, um desportista ou uma pessoa sedentária que queira ingressar na atividade física. As variações de exercícios tornam o treinamento de força seguro para iniciantes, crianças, adolescentes e adultos idosos, sendo desafiador o suficiente para atletas experientes”, conta Andreia.

Já experimentou unir as duas técnicas no seu estúdio? Conte pra nós sua experiência com as atividades!

PUBLICIDADE

4 COMENTÁRIOS

    • Olá, Thaís. Nesse caso específico estamos falando de movimentos de treinamento funcional intercalados aos movimentos do Pilates. O cross Pilates mistura movimento do Pilates com os de Cross Fit, que são um pouco mais pesados, normalmente. Em ambos os casos, os equipamentos de Pilates são os tradicionalmente utilizados nos estúdios.

  1. Muito show a ideia. A inovação é uma das sacadas para a captação de novos clientes. Sou estudante de Educação Física, praticante de exercícios, e não gosto de monitoria. Essa vertente de treinamento vai ser sucesso com certeza.