Aulas de Pilates criativas

O Pilates é uma técnica que prioriza a qualidade dos movimentos, por isso as repetições são feitas pausadamente e as aulas têm por característica serem mais tranquilas e centradas, apesar de serem bem intensas às vezes. Para manter a atratividade das aulas e o interesse dos alunos, o professor precisa saber o momento certo de propor variações, evoluções de exercícios e movimentos mais avançados. Outra dica bacana é estar sempre atento às novidades do mercado e a novas possibilidades de se trabalhar o Pilates, como as aulas em grupo para um determinado público em específico, por exemplo. Separamos algumas dicas para você:

Aula de Chair ou de Reformer-Torre
Aulas de grupo com a Chair ou com o Reformer-Torre são os hits do Pilates nos estúdios internacionais. Os exercícios em grupo podem ser desafiadores e a vantagem é que vários alunos podem fazer ao mesmo tempo o mesmo movimento, o que otimiza o seu espaço – e o seu trabalho. Nesse caso, vale formar turmas com o mesmo grau de preparação, objetivo ou condicionamento físico. Procure uma boa escola de formação e se especialize em exercícios nesses equipamentos em específico.

Chair
O preço da Chair, se comparado ao dos outros equipamentos de Pilates, pode ser um bom atrativo para você investir nesse tipo de aula. Além disso, ela ocupa menos espaço físico e possibilita a execução de diversos exercícios que trabalham o “core”, pernas, ombros e movimentos funcionais, como escalar, empurrar e elevar. O repertório do equipamento é vasto e rende muitas combinações interessantes.

Reformer-Torre
A versatilidade deste aparelho é sensacional! Nele você faz todo o repertório do Reformer, faz quase todo o repertório do Cadillac (com exceção dos acrobáticos e exercícios que necessitam das barras verticais), e tem todo um novo repertório, onde você combina os exercícios do Reformer mais as possibilidades da torre. Outra vantagem é que você pode trabalhar com até duas pessoas por equipamento – uma na parte de dentro e outra na parte externa.

Foco nos esportes
As aulas de Pilates com treino focado na preparação para um esporte pode ser uma estratégia para captar mais clientes e diversificar as aulas. Como o Pilates pode aumentar a performance atlética, sem riscos de lesões, é fácil oferecer o trabalho para atletas e esportistas. A chave está em fazer exercícios específicos para cada esporte. Por exemplo: explore o trabalho de flexibilidade, fortalecimento do “core”, quadril, costas e ombros para tenistas. Foque no equilíbrio para surfistas. Enfim, procure maneiras de simular os movimentos utilizados em cada esporte, reproduzindo-os nos equipamentos. Para isso, é necessário estudar muito sobre cada esporte e sobre o método em si. Você vai ver que Joseph se inspirou em muitos esportes para criar boa parte do repertório.

PUBLICIDADE
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates

Acessórios divertidos
Os acessórios auxiliam ou dificultam os movimentos, e também são uma maneira divertida e mais econômica de incrementar o seu programa de aulas. Mas não precisa inventar muito. Às vezes, explorar os próprios acessórios dos equipamentos, como caixa do Reformer e plataforma de extensão, por exemplo, já oferece infinitas outras possibilidades. Busque conhecimento e abuse da sua criatividade para inovar.

Circuito
Por que não oferecer uma aula de circuito com os equipamentos de Pilates? É pouco convencional, mas também é uma forma de animar as aulas. Não precisa oferecer esse tipo de aula todo dia, pode ser uma vez por mês, ou de vez em quando. Só é preciso ter muita atenção aos alunos para garantir que todos executem os exercícios de forma correta.

Antes de ‘inventar moda’, certifique-se que seus alunos estão preparados para essas inovações. Variar o repertório, às vezes, já pode fazer uma grande diferença.