Marca pessoal – construa a sua!

Vale a pena fazer pacotes semestrais ou anuais?

A construção de uma marca é fundamental para as empresas. Segundo a estrategista de marca Laura Ries, uma marca é “um nome que representa algo na mente do cliente em potencial” e cria na mente dele “a percepção de que não há outro produto no mercado como o seu”. Mas a construção de uma marca pessoal também é muito importante. É o que vai mostrar para o seu público quem você é profissionalmente. Não basta apenas construir uma carreira, mas ter uma marca própria é fundamental. Como você pode fazer isso?

Quem é você? Quais sãos as suas habilidades?

Tente se definir em uma única palavra ou conceito. Exemplo: alguém que se define como “especialista em melhoria de processo”, que “sempre conclui projetos no prazo e dentro do orçamento”, ” a melhor e mais dedicada professora de Pilates”.

O que os outros pensam sobre você?

Pense sobre as impressões que você está deixando em amigos, vizinhos, colegas de trabalho, especialmente nos seus alunos ou pacientes. Fale com pessoas diferentes para entender como eles percebem seus pontos fortes e use essa informação para criar a sua marca pessoal.

Depois de descobrir e criar a sua, você deve destacá-la, fazer com que as pessoas vejam facilmente o que você faz. O autor Dan Schawbel recomenda o uso de ferramentas como cartões de visita, um portifólio bacana, um blog pessoal, perfis em redes sociais. A construção de uma marca pessoal bem-sucedida tem alguns passos fundamentais. O autor do livro Eu S.A, Marcos Le Pera, dá algumas dicas:

– O mapa: identificação dos dons e de como eles se colocam em relação à marca pessoal, definindo sua missão, visão e valores próprios;
– O garimpo: buscar dentro de si as potencialidades e como expô-las ao mercado e construção do DNA da marca pessoal;
A descoberta: desenvolvimento de posturas, aparência e credenciais que possam auxiliar no trabalho da marca pessoal;
A lapidação: planejamento e táticas para aplicação da marca pessoal no mercado;
A exposição: para estabelecer as melhores técnicas de comunicação e divulgação para conseguir grande visibilidade a partir da marca;
Mantendo o brilho: trabalhar a frequência e o impacto para aprender a inovar e demonstrar flexibilidade em relação à própria marca;
Guardando no cofre: mantenha o equilíbrio dos fatores emocionais e racionais para a manutenção e perpetuação da marca pessoal.

PUBLICIDADE
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates
MetaLife Pilates

A construção da marca pessoal é trabalhosa e é preciso muito cuidado para mantê-la. O “pai” do marketing no Brasil, Francisco Madia, define: “o nome não é nosso maior patrimônio; é o único”. Que tal começar a cuidar bem do seu nome?

Seja sempre verdadeiro!

Ontem, a Thalyssa Larangeiras, a maior influenciadora digital do Pilates no Brasil, em live para a MetaLife Pilates, falou sobre a importância de dar o exemplo, de praticar o método Pilates, e contou como fez para se tornar essa figura tão conhecida e adorada por tantos. O segredo? Ser ela mesma! Postar coisas que ela realmente faz no seu dia-a-dia. “Só posto vídeos e fotos dos meus treinamentos de verdade, não faço pose só para fotografar ou filmar, eu realmente treino”, contou.

Sim, a Thalyssa descobriu as suas habilidades e o seu potencial e aprendeu a expor bem a sua marca pessoal. Hoje, ela tem milhões de seguidores nas redes sociais e virou referência em Pilates avançado no País! Você também pode!

Com informações do Fisioterapeuta Gerson Aguiar

PUBLICIDADE
Fix UP
Fix UP
Fix UP
Fix UP

1 COMENTÁRIO