A comunicação visual no estúdio

Tão importante quanto a divulgação do espaço, é a comunicação visual. Muitas vezes, é ela quem vai atrair os clientes. Entenda.

Uma vez definida a data de abertura do estúdio e o início das atividades, já se deve começar a divulgação, que pode ser feita através de redes sociais, folders, e‐mails, telemarketing…e até mesmo da comunicação visual, da própria fachada.

Folders podem ser expostos nos estabelecimentos comerciais vizinhos (aproveite para estreitar relacionamento com os mesmos e ofereça uma aula experimental de cortesia). E-mail marketing e telemarketing são boas opções quando se tem um cadastro de possíveis clientes ou clientes antigos provenientes de atendimentos anteriores, por exemplo.

Seja qual for a ferramenta utilizada, atente‐se para a imagem da comunicação. Cores, formatos, texto, tudo deve ser harmonioso, a ponto de transmitir a qualidade do seu estúdio.

Contudo, a melhor divulgação ainda é a boca a boca. E é a que vai continuar divulgando seu negócio por muito tempo depois da inauguração. Empenhe‐se em oferecer o melhor serviço, demonstrar através das aulas seu conhecimento técnico e profissionalismo. Seu trabalho deve estar focado em resultados.

PUBLICIDADE

Um bom resultado para seu cliente deve ser um resultado melhor ainda para você. Um cliente satisfeito é sua melhor vitrine! As mesmas ferramentas de marketing podem ser utilizadas para comunicar eventuais promoções no estúdio. Com a vantagem de que nessa etapa do negócio você já vai ter seu próprio mailing de clientes.

Comunicação visual do estúdio

Ver a imagem de origem

A comunicação visual do seu estúdio é o que dá “a cara” do seu negócio. Muitas vezes, é a sua principal divulgação, o cartão de visitas que vai atrair o cliente para o seu estúdio.

E que imagem você quer passar? Os cuidados devem estar em todas as partes:

– Logo;
– Letreiro da fachada;
– Tapete de entrada;
– Placas internas de sinalização;
– Cartões de controle de presença (quando houver);
– Folders e demais materiais de divulgação.

Tudo deve ter a mesma linguagem, a mesma identidade visual. Não esqueça: o ambiente do estúdio deve refletir o serviço que será prestado. O mesmo cuidado deve estar na escolha da cor utilizada. A cor escolhida deve ser pensada para ter harmonia com a imagem que se quer transmitir. Por exemplo:

– Cores pastéis em tons de violeta e rosa traduz em feminilidade e espiritualidade;
– Tons de verde e azul denotam frescor e jovialidade;
‐ Cores terrosas, como o marrom, bege, chocolate, areia, ferrugem denotam seriedade e sofisticação;
– Cores quentes, como o vermelho e laranja, são mais ousadas e transmitem energia, vitalidade. Porém, deve‐se cuidar na aplicação dessas cores mais quentes para não deixar o ambiente “carregado demais”.

Uma vez escolhida a cor que será predominante em sua comunicação, ela deverá ser respeitada e predominar em todo material de comunicação de seu estúdio.

E você, tem cuidado da comunicação visual e da divulgação do seu estúdio? Conte pra gente aqui nos comentários!

PUBLICIDADE