montar

Montar um estúdio de Pilates: por onde começar?

Você decidiu montar seu próprio estúdio de Pilates e está às voltas com os preparativos para tirar de vez o sonho do papel. Mas, por onde começar?

1 – Faça um plano de negócios
Em suma, no plano de negócios, você vai pesquisar o mercado e descrever todos os objetivos do seu negócio Pilates, incluindo os passos que devem ser dados para que esses objetivos sejam alcançados. Depois, é só seguir as etapas no tempo certo. Com ele, fica muito mais fácil chegar na concretização do seu sonho.

2 – A escolha do local
Antes de mais nada, é importante definir o local. Sim, essa é umas das tarefas mais difíceis e mais importantes. A localização e o ambiente vão ajudar a definir, inclusive, o público que você vai atingir, ou seja: o sucesso do seu negócio Pilates.

Dependendo de onde for instalado, o espaço terá algumas características diferentes dos demais. Clínica, condomínio, academia, prédio comercial e hotel são algumas das possibilidades.

3 – A definição do nome, da marca e da forma de atuação
Outra tarefa difícil, porém gratificante: definir um nome e uma marca para o negócio de Pilates que você acabou de montar. O nome e a marca são a identidade da sua empresa e podem refletir diretamente a sua área de atuação. Vale procurar profissionais de marketing e criação competentes para ajudar nesse processo. Outra dica é buscar os conselhos regionais da sua profissão, e até mesmo o Sebrae, para pegar dicas e definir o seu tipo de negócio e a forma como vai trabalhar. Independente da escolha, o importante é cumprir todos os passos e registrar corretamente o seu negócio Pilates, seja na junta comercial ou na Prefeitura.

4 – A escolha dos equipamentos
Local definido, parte burocrática pronta, agora começa a melhor fase: escolher os equipamentos – os instrumentos de trabalho que vão te acompanhar por muitos e muitos anos. Pesquise, peça conselhos de outros profissionais de Pilates já estabelecidos no mercado e, por fim, opte pelo melhor custo-benefício. Nessa hora, preste muita atenção em quesitos como: tempo de mercado, materiais utilizados, segurança, robustez, durabilidade, assistência técnica e versatilidade. Alguns equipamentos, como os da Metalife Pilates, possuem diferenciais exclusivos, que tornam a vida dos instrutores muito mais simples, as aulas mais dinâmicas e a experiência do usuário muito melhor, por conta da estabilidade e conforto.

5 – A divulgação do estúdio
Os equipamentos já chegaram, a decoração está toda pronta, agora é hora de comunicar que o seu negócio Pilates existe. Como? Redes sociais, banner, outdoor, faixa, site, panfleto, folder, cartões, aulão na praça do bairro, sinal de fumaça… não importa o meio, mas você precisa se inserir na vida da comunidade e ‘aparecer’. Mostre às pessoas que o estúdio existe e divulgue todos os benefícios que o método Pilates pode oferecer.

Gostou das nossas dicas sobre como montar um estúdio de Pilates? Então compartilhe com alguém que esteja pensando em abrir um estúdio de Pilates! E não se esqueça de deixar um comentário aqui.

Posts em alta

Redes Sociais

Receba as últimas atualizações

Seja dono do seu estúdio

Destaques do mês

confira nosso BLOG

E-books

Baixe gratuitamente os e-books MetaLife e aproveite.

Quem Somos

Um canal que traz o Pilates no centro, dedicado para quem quer empreender, montar um estúdio, ampliar seu negócio e ficar por dentro de assuntos relevantes que cercam a comunidade do Pilates.

©2023. Todos os direitos reservados.

Entre em contato conosco!