Mulheres que superaram desafios e criaram negócios de sucesso

Conheça a história de Lorena Frange Caldas, diretora da Posture Saúde e Ciência

Em homenagem ao mês da mulher, selecionamos algumas parcerias para contar sua trajetória como empreendedoras de sucesso.  E para abrir essa série de matérias vamos conhecer Lorena Frange Caldas, diretora da escola Posture Saúde e Ciência, localizada em Cuiabá – MT. 

1 – Quem é Lorena Frange Caldas? 

Sou antes de tudo uma apaixonada pela fisioterapia, amo reabilitar e assim, amo trabalhar com o movimento e com a terapia manual. Sou Fisioterapeuta, empreendedora, professora e também serei uma eterna aluna em busca do conhecimento! 

Um ponto que sempre me chamou a atenção foi o empreendedorismo, me considero uma empreendedora desde sempre, fui me arriscando, estudando e conquistando o mercado de trabalho aos poucos. 

2 – Qual a sua formação e o que levou a se tronar uma referência no mercado? 

PUBLICIDADE

Em 2002, li algo nas revistas sobre o Método Pilates, me interessei bastante pela filosofia de trabalho proposta por Joseph Pilates e fiz minha primeira formação em Pilates em São Paulo, logo em seguida conclui mais duas formações completas, uma por outra escola em São Paulo e outra no Chile, e daí não parei mais, buscando tudo sobre o Pilates em cursos avançados, workshops, congressos e tudo mais onde eu poderia aprender sobre o método. 

Sou Formada em FISIOTERAPIA há mais de 22 anos, e estou no Método Pilates há mais de 20 anos, e sinto-me muito honrada em ser uma das primeiras a levar o método ao nosso Estado de Mato Grosso, um dos primeiros estúdios de Pilates de Cuiabá-MT, em 2002. Atendi em estúdio e clínica durante alguns anos seguidos, ganhando prática e referência na área. E em 2006 comecei a ministrar as primeiras palestras e workshops em Pilates, e assim a partir de 2007 iniciamos na área de formação dos profissionais, nascendo e fundando a Posturale Cursos, que hoje se tornou POSTURE – CIÊNCIA E SAÚDE. 

Hoje estou na coordenação dos cursos da Posture, ministro aulas em pós graduações e atuo também nos cursos de aprimoramento e aperfeiçoamento no Método Pilates, portanto além de ser apaixonada pela profissão, desde então sou apaixonada por educar! 

3- O Sebrae divulgou uma pesquisa indicando que metade dos empreendedores em fase inicial de negócio são mulheres. No mês que comemoramos o dia da mulher, como você enxerga este dado?  

O empreendedorismo feminino é um movimento que cresce no mundo inteiro nos últimos anos, fruto do avanço na garantia dos direitos femininos, trazendo assim uma quebra de paradigmas e uma renovação no mercado de trabalho. Especialmente ao iniciar um negócio, abrir uma empresa, as mulheres vêem liderando por terem mais iniciativa, se arriscam mais e estão cada vez mais auto confiantes e preparadas. 

Mas, apesar do crescimento, vejo que ainda há vários obstáculos a serem enfrentados para que as oportunidades para homens e mulheres sejam equivalentes. 

4 – Na sua opinião por que as mulheres brasileiras estão empreendendo cada vez mais? O que tem levado a decidir iniciar um negócio frente a outras alternativas como seguir carreira em uma empresa por exemplo? 

Sim, as mulheres estão cada vez mais empreendendo! 

Na minha opinião, empreender é uma atitude de determinação, coragem e inovação. 

São muitos os desafios enfrentados pelas mulheres e, no meio corporativo, ainda precisam lidar com assédio e com preconceito, como ideias ultrapassadas de que são muito emotivas ou que não poderão se comprometer com a empresa se tiverem filhos.  

Dados mostram que mais da metade das mulheres empreendedoras brasileiras têm filhos, sendo uma questão que a maioria busca por horários flexíveis que permitam conciliar as tarefas domésticas e a vida profissional. 

5 – Pode nos contar como começou a sua experiência como empreendedora e quais as maiores dificuldades que enfrentou? Acredita que o empreendedorismo para a mulher tem alguns obstáculos diferenciados ou não? 

Digo sempre que a chave para a gestão da vida é ter uma direção e um propósito. O tempo é incontrolável, implacável e está sempre fluindo. Você só pode gerenciar a si mesma. Consequentemente, isso exige uma grande disciplina… Então, o conselho que dou é para criar o hábito de avaliar o seu próprio gerenciamento e tentar descobrir quais sãos os roubadores de tempo que permite que tirem seus minutos. Depois que forem identificados, não deixe que eles aproveitem seus minutos, esgotem sua energia e detenham sua vida. 

6 – Você é diretora da Posture Saúde e Ciência, trabalha com gestão do tempo e ainda gere a sua casa e a sua vida pessoal. Sabemos que as mulheres acabam realizando uma série de tarefas quase que ao mesmo tempo, mas muitas vezes é complicado empreender e gerenciar tantas outras coisas. Como você faz e o que aconselharia para a mulher empreendedora do Pilates que anda sobrecarregada? 

Com todas as suas habilidades e competências, as mulheres contribuem muito para o crescimento econômico e empreendedorismo. 

Gosto de citar os principais diferenciais da mulher no mercado de trabalho:  

A resiliência, que é uma forte característica das mulheres no mercado de trabalho e na vida. 

As mulheres são melhores em sobreviver às adversidades, trabalhar sob pressão, lidar com desafios e encontrar novas soluções. 

Outra característica é capacidade de fazer várias coisas ao mesmo tempo, que também é uma habilidade feminina. As jornadas duplas estão aí para confirmar. 

Comprometimento também é um ponto forte das profissionais. As mulheres prezam por fazer um trabalho bem feito, com atenção e capricho. Além de serem muitas vezes mais comprometidas com horários. 

Mulheres também são profissionais criativas e preparadas para criar novos caminhos e soluções. Uma forte demanda do mercado de trabalho atual. 

7 – Falamos de dificuldades e obstáculos eventuais para a mulher empreendedora do Pilates, mas você acredita que há um lado positivo também? Existem características mais particulares ao gênero que ajudam a mulher a entrar no mercado e empreender? Como você tem ajudado centenas de mulheres a empreender? 

Contribuo gravando vídeos e ministrando aulas sobre o empreendedorismo, gestão em Estúdio Pilates, Gestão Clínica, acredito as aulas nessa área são fundamentais para orientação profissional, não podemos ser somente capacitados técnicos, precisamos de gestão. 

8- Que DICA você daria a quem lê este artigo e está pensando em abrir um negócio? 

A dica que dou é; 

Adquira primeiro experiência em outras empresas, Estúdios Pilates ou Clínicas; 

2 – Tenha antes um capital para começar seu negócio; 

3 – Planejamento é a chave…. 

4 – Agregue valor a seus serviços; se especialize, se aprimore, estude! Invista sempre no conhecimento para que reflita em seus valores. 

5 – Seja a melhor em tudo que faz; tenha excelência em seus serviços, dê o melhor sempre. 

 

PUBLICIDADE