Aonde abrir o estúdio de Pilates?

Está pensando em abrir um estúdio de Pilates? Antes mesmo de sonhar com o espaço, comprar equipamentos, ou fazer qualquer investimento, é preciso pensar na localização.

Dependendo de onde for instalado, o estúdio terá algumas características diferentes dos demais. É preciso levar em conta que cada tipo de ambiente tem suas vantagens e desvantagens. Dedique muita atenção antes de escolher o melhor local para o seu negócio.

Veja os principais tipos de estúdios, como eles funcionam, algumas dicas para minimizar os pontos negativos iniciais e formas de aproveitar as vantagens:

Estúdio em clínica

O estúdio pode estar localizado dentro de uma clínica médica ou de estética, o que tem se tornado muito comum. A vantagem é que o ambiente já tem uma clientela ativa, o que vai facilitar a sua busca por alunos.

PUBLICIDADE
Outubro Rosa MetaLife 2020
Outubro Rosa MetaLife 2020

O ponto negativo é a aparência, ou mesmo a relação com o ambiente médico, que pode intimidar os clientes. Para driblar esse fato, utilize cores alegres nas paredes (ou pelo menos em uma parede) e dê um ar descontraído ao estúdio de Pilates, com a utilização de quadros e frases, por exemplo. O ideal é que o estúdio esteja separado dos consultórios e tenha uma entrada independente.

Deixe claro aos alunos a diferença das aulas de Pilates e dos tratamentos médicos da clínica. Desassocie as duas coisas.

Estúdio dentro de academia


Atualmente, cada vez mais academias de ginástica têm um espaço de Pilates integrado ao ambiente de musculação, ou mesmo em uma sala própria. É comum oferecerem aulas de Pilates individuais ou coletivas, tanto solo quanto em equipamentos.

O benefício está na boa estrutura do local e no número de clientes já bem definido. Porém, o ambiente costuma ser barulhento e, dependendo do público, isso pode ser um problema. Por isso, o planejamento do espaço deve prever que a música e a movimentação das salas de ginástica não interfiram na sala de Pilates.

Procure fazer planos trimestrais e semestrais para amenizar a oscilação da taxa de retenção de clientes. Defina se as aulas serão inclusas no pacote da academia ou terão uma mensalidade diferenciada.

Ponto comercial


O estúdio em espaço próprio tem maior visibilidade, principalmente se for em uma sala térrea, mas exige mais planejamento e capital para bancar a estrutura – luz, água, telefone, recepcionista, aluguel.

Calcule todas as despesas iniciais e fixas – o valor das aulas vai depender disso. A ausência de estacionamento pode influenciar na escolha do cliente. Se não houver estacionamento próprio, busque parcerias com particulares. Outro ponto a observar é a questão da segurança! Ela é imprescindível!

Hotel, sala em prédio comercial ou condomínio


Os pontos positivos desse tipo de estúdio são o espaço, que geralmente já é planejado, e o público com alto poder aquisitivo. Porém, o movimento de clientes pode não ser constante.

Hotel – conheça antes o fluxo de hóspedes e o tempo médio de estadia de cada um, planeje um programa de aulas que qualquer pessoa possa frequentar, independente do período.
Condomínio – levante primeiro o número de condôminos, o número de interessados nas aulas, quais os horários mais procurados e se poderá abrir para clientes externos. Depois, defina um número mínimo de alunos e forme turmas fixas.
Sala comercial – nesse caso, você terá pouca visibilidade. No entanto, você pode fazer uma pesquisa prévia de empresas na região, ou no próprio prédio, e propor parcerias para oferecer descontos especiais aos colaboradores, por exemplo.

Qual tipo de estúdio mais se encaixa nos seus sonhos? Conte pra gente!

PUBLICIDADE
Outubro Rosa MetaLife 2020